Aborto realizado: médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo tio

Segundo informações que foram divulgadas pelo portal A Gazeta, revela que a equipe que ficou responsável para fazer o aborto da menina de 10 anos que foi vítima de estupro pelo próprio tio, terminou a primeira etapa no processo de aborto.

O doutor Olímpio Barbosa Filho, que foi o médico responsável pelo procedimento de aborto, contou que a criança poderia voltar para sua casa na quarta-feira, 19 de agosto, mas, essa autorização ainda não foi dada pelo hospital em que a criança está ficando.

Não podemos deixar de informar que o procedimento abortivo foi autorizado pela Justiça do Espírito Santos, vale dizer que o procedimento utilizado para tirar a vida do feto, se trata de uma injeção que será aplicada na criança.

Nesta última segunda-feira, 17 de agosto, foi realizado a segunda etapa do procedimento, no caso, vai ocorrer o deslocamento do feto do corpo da menina, foi informado que para isso, será necessário o uso de alguns medicamentos.

O tratamento termina quando o útero da menina estiver completamente limpo. Vale lembrar que esse não é a primeira tentativa de aborto que a menina recorre, antes desse hospital, ela foi em um em Espírito Santos, mas lá foi informado que não tinham condições de fazer um procedimento desse tipo.

Vale lembrar que a última etapa é quando o útero da menina estiver completamente limpo. Vale lembrar que a menina já foi internada em outro hospital, mas foi negado o pedido de aborto lá, por falta de condições para o procedimento abortivo.

Via: agazeta.com.br