Desempregado, sem dinheiro, pedreiro percorre quase 40 quilômetros por dia para entregar currículo escrito em folhas de caderno

Não é nenhuma novidade a taxa alta de desemprego que nosso país tem, e infelizmente, essa é a realidade de muitos brasileiros que sofrem na espera de conseguir uma nova oportunidade.

Mas, Donizete Pereira sabe como é a dor e desesperador a falta de um emprego aqui no Brasil.


Donizete é pedreiro e acabou passando por momentos muitos difíceis, o rapaz estava completamente sem dinheiro e devido a isso, ele não podia imprimir os seus currículos, o rapaz já se encontrava há dois meses desempregados, e com várias contas pendentes, ele decidiu ir atrás de um emprego mesmo estando sem currículo.


O pedreiro chegou a percorrer quarenta quilômetros por dia, e saiu de porta em porta, entregando os seus currículos. Por causa da falta de dinheiro, o rapaz decidiu escrever seu currículo em uma folha de caderno.

A Sua esposa, Gislaine, ajudava na hora de escrever os cartões de visita e a sua filha de 17 anos, acompanhava seu pai pelas ruas da cidade, na esperança de conseguir uma vaga de emprego para seu pai.

Mesmo a jovem estudando a noite, ela sempre fez questão de ir entregar os cartões de visita junto com seu pai e nisso, eles começavam o dia as 6 da manhã e só encerrava no fim do dia.

A jovem conta que chegava muito cansada, e ainda precisava ir para escola a noite. Mas ela conta que nunca deixou de ir porque era um incentivo para seu pai lutar pelo o que ele queria.

Demorou cerca de dois meses para surgir uma oportunidade para o senhor Donizete, mas quando a comerciante Roseli Rodrigues de Lima conseguiu encontrar um dos papéis que o pedreiro usava para conseguir um emprego, logo pensou em contratá-lo.

Ela conta que naquele momento, ela estava precisando de um pedreiro e que só conseguiu encontrar o cartão de visita de Donizete porque achou na caixa de correio da mãe.

Ela contou que foi difícil resolver se ia contratar ele ou não, pois para ela era muito complicado colocar um estranho dentro de casa, entretanto, ela relata que sentiu uma sensação estranha quando viu o papel e pode sentir o desespero desse rapaz.


Foi aí que ela decidiu procurar Donizete e conta que em poucos dias que contratou o serviço desse rapaz para fazer uma reforma, outras pessoas acabaram se impressionando com a atitude da comerciante e um rapaz decidiu tirar uma foto do currículo e postar nas redes sociais.


Foi então que eu falei, vamos à procura dessa pessoa que está precisando demais, senão ela não estaria fazendo isso”.

Depois que essa publicação viralizou, muitas novas oportunidades apareceram para o pedreiro e ele conta que foi muito emocionante ver que muita gente ficou sensibilizadas com o momento em que ele estava.
Via: bestofweb.com.br