Filha vai visitar pai que estava com Covid-19 e descobre que ele morreu há quase dois meses: ‘Quem enterrou?’

Nesses últimos meses de pandemia devido ao vírus Covid-19, a superlotação em hospitais e também casos de negligência se tornou algo comum nas unidades de saúde do Brasil.

No Rio de Janeiro, aconteceu um caso no qual uma família descobriu da morte de um parente após quase dois meses de seu falecimento, o motivo da morte foi devido ao coronavírus, que o rapaz acabou não resistindo.

O nome do rapaz é Paulo César dos Santos de Oliveira e ele estava ficando internado no Hospital Municipal Salgado Filho.

Vale lembrar que ele fez a entrada no hospital no dia 25 de junho, e ele acabou falecendo dia 1º julho.


A filha do rapaz participou de uma entrevista para o G1 e falou que sempre se perguntava de como estava o seu pai, que de acordo com o hospital, estava vivo e bem.

Nesse tempo em que o seu pai ficou internado, ela visitou algumas vezes o hospital para levar roupas e também recolhia as que estava sujas.

Entretanto, nesta última quarta-feira, 19 de agosto, quando a menina tentou ver seu pai, Tainara Santos acabou descobrindo que seu pai tinha morrido no primeiro dia do mês de julho.


Ela contou que tinha um caderno e nele estava escrito que o pai dela havia falecido no dia primeiro de julho deste ano e seu enterro aconteceu no dia 5 de agosto.

O que significa que o pai dela foi enterrado um mês e quatro dias depois de sua morte. A menina também questiona como eles conseguiram enterrar o rapaz, já que todos os documentos deles estão com ela.

Fonte: G1