Hacker que extorquiu padre Robson diz que teve um romance com ele e ameaçava expor casos

Segundo as informações e também depoimentos que foram recolhidos pela Justiça,em parceria com o Ministério público de Goiás, o conteúdo que foi usado para extorquir uma enorme quantidade de dinheiro do padre que tem haver com dois casos amorosos.


O padre Robson Oliveira que na época comandava a Basílica do Divino Pai Eterno que fica na região metropolitana da capital.


Foi descoberto que, ao todo, o Robson pagou cerca de R$ 2,9 milhões de reais em troca do silêncio e também de arquivamento das mídias.


Esse crime foi descoberto depois que aconteceu uma movimentação desta enorme quantia pelo padre.


Os advogado do rapaz conta que o padre foi vítima de extorsão e falou que o mesmo buscou ajuda da Polícia Civil, que monitorou todas as transações que foram feitas, e prenderam os criminosos.


Ainda de acordo com a defesa, já houve a sentença para esses criminosos, Eles ainda contaram que não existe nenhum conteúdo verídico, o que acabou gerando a motivação das ameaças.


Segundo as informações do MP, não teve como recuperar todo dinheiro e a Associação infelizmente ficou um prejuízo de R$ 1,2 milhão, sendo quase a metade da quantia desviada.

Vale lembrar que os hackers usavam como meio de chantagem o padre acompanhado de uma moça e a outra seria de trocas de mensagens carinhosas.


Via: g1.globo.com