‘História de que a Amazônia arde em fogo é mentira’, afirma Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro participa da Cerimônia de Comemoração ao Dia Internacional do Voluntariado.

O presidente, Jair Bolsonaro, falou que é uma “mentira” que os incêndios estão destruindo a floresta amazônica , apesar de dados de seu próprio governo que mostram que o número de incêndios está aumentando, de acordo com um relatório da AFP. Esta é outra declaração bizarra que o líder fez.

Bolsonaro acabou enfrentando a condenação internacional por presidir a grandes incêndios e ao aumento do desmatamento na Amazônia. Ele não gostou das críticas e disse isso em seu discurso em uma videoconferência de países que compartilham a Amazônia.

“A Amazônia não pega fogo. Então essa história de que a Amazônia está queimando é mentira e temos que combatê-la com números reais”, disse.
Mesmo assim, dados de satélite da agência espacial nacional do Brasil, INPE, mostram que o número de incêndios florestais na Amazônia brasileira no mês passado aumentou 28% em relação a julho de 2019, para 6.803.

Veja também:

STJ mantem decisão de afastamento governador Wilson Witzel

Especialistas dizem que os incêndios normalmente não são provocados naturalmente, mas sim causados ​​por humanos para limpar terras ilegalmente para a agricultura e pecuária. No ano passado, grandes incêndios devastaram a Amazônia de maio a outubro, enviando uma espessa névoa de fumaça preta por todo o caminho até São Paulo, a milhares de quilômetros de distância.

Os incêndios dispararam o alarme mundial sobre uma floresta considerada vital para conter as mudanças climáticas. Especialistas alertam que a estação seca deste ano, que está apenas começando, pode causar ainda mais incêndios. O escrutínio está pressionando Bolsonaro, que pediu que as terras amazônicas protegidas fossem abertas à mineração e à agricultura.

Fonte: valor.globo