Início do programa Renda Brasil é divulgado pelo Governo; saiba os valores

O Governo comandado pelo presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) vai eliminar o programa Bolsa Família. O programa será eliminado e substituído pelo programa Renda Brasil.

A previsão é que o novo programa seja lançado pelo governo após a pandemia causada pelo coronavírus.

Acredita-se que o programa também poderá unificar outros benefícios oferecidos pelo governo como, por exemplo, o Abono Salarial Pis/Pasep, o Fundo de Amparo ao Trabalhador e o Seguro Defeso.

Quem deu maiores esclarecimentos foi o ministro da economia Paulo Guedes. De acordo com ele, o governo vai utilizar o banco de dados do Auxílio Emergencial para mapear as pessoas que precisam do Renda Brasil.

Acredita-se que aqueles que estão recebendo o Auxílio Emergencial também terão direito de receber o benefício Renda Brasil.

A previsão é que o Renda Brasil tenha início ainda no mês de novembro deste ano (2020). Novos impostos poderão ser criados para que dessa forma o governo seja capaz de custear tal benefício.

Ainda de acordo com informações, acredita-se que o programa Renda Brasil irá fazer pagamentos aos beneficiários com valores que variam de R$ 250 a R$ 300.

O governo está articulando para ser capaz de lançar o programa assim que a pandemia chegar ao fim.

De acordo com o pronunciamento do ministro Paulo Guedes, aproximadamente 38 milhões de brasileiros que se cadastraram para receber Auxílio Emergencial, terá direito ao novo programa.

É importante ressaltar que o novo programa também poderá beneficiar o trabalhador informal como por exemplo, a diarista, ambulantes e outras categorias que se enquadrem no trabalho informal.

 “O auxílio vai começar a descer e vai aterrissar na renda básica. Vai juntar o abono salarial, o Bolsa Família, mais dois ou três programas focalizados e vai criar o Renda Brasil. E vai ser acima do Bolsa Família.” afirmou o Ministro da Economia Paulo Guedes.

via: jornalcontabil.com.br