“Não gostei da enfermaria”, Mulher foge com coronavirus

Uma mulher, positiva para coronavírus agora corre o risco de uma pena de até 12 anos de prisão por fugir da enfermaria da Policlínica de Milão, onde estava internada desde quinta-feira.


A mulher foi perseguida pelos Carabinieri da unidade de rádio de Milão e denunciada por “crime culposo contra a saúde pública”.

Veja também:

Homem não aceita fim do casamento e tenta matar ex


Tudo começou na manhã do dia 21, às 7h15, quando as enfermeiras deram o alarme. Os militares intervieram no local e tiveram que invadir a cidade inteira para encontrá-lo. Foi identificada por volta das 8h, perto do dormitório no Viale Ortles, onde a mulher era hospedeira antes de ser internada.

Com a ajuda dos voluntários da Cruz de Ouro, conseguiram convencê-la a entrar na ambulância, levando-a de volta à enfermaria onde havia estado internada anteriormente. A senhora justificou-se explicando que se sentia melhor e não tinha mais febre, por isso achava que já estava curada e pronta para ir embora. Ela também relatou que não gostou do local em que foi internada.

O moça acabou sendo denunciada. Imagine se fosse aqui no Brasil, se bem que já aconteceu de uma pessoa infectada pela doença fugir. Mas todos temos que saber que tendo esse tipo de atitude, outras pessoas podem acabar doentes por causa da nossa teimosia.