Pastora evangélica tira a vida logo após o culto e surpreende os fiéis com detalhe assustador – Veja

Pastora evangélica tira a vida: Essa notícia deixou muitos fiéis entristecidos. Parece um caso inédito, mas a cada dia o su1c1di0 entre pastores aumenta no mundo gerando grande impacto em pessoas que estão dentro e fora das congregações.

O caso desta pastora, de 36 anos, deixou muitas pessoas tristes e chocadas. A líder religiosa tirou sua própria vida após o final do seu expediente.

Mônica Chaves residia no interior de São Paulo, precisamente na cidade de São José do Rio Preto. A jovem pastora sofria de uma grave depressão e infelizmente isso a levou se enforcar dentro do banheiro de sua própria casa afim de tirar sua vida.

Pastora evangélica tira a vida: Parece que doenças como a depressão e ansiedade não afetam lugares religiosos, mas esses casos são muito comuns.

A depressão é uma doença silenciosa e muitas das vezes as pessoas de fora não conseguem perceber o que está acontecendo ainda mais no meio religioso onde muitos acreditam que essas doenças se tratam de ‘frescuras de adolescente’.

A da depressão no meio religioso tem aumentado drasticamente e é necessário que os fiéis ao redor prestem todo o apoio possível neste momento difícil.

Os familiares da jovem pastora não se pronunciaram sobre o ocorrido e não divulgaram informações como local do velório e sepultamento.

Pastora evangélica tira a vida: Nas redes sociais a comunidade da qual Mônica fazia parte lamentou sua repentina partida. Os líderes evangélicos de todo Brasil estão se mobilizando pra alertar a todos sobre o perigo desta doença silenciosa.

Para evitar que os números de $uic1di0 aumentem, procure ajuda caso você esteja sofrendo com ansiedade ou depressão. Você pode buscar um tratamento médico pois isso não quer dizer que você está sem fé.