PM do RJ está sendo acusado de tentar abusar de uma produtora cultural

Mais um caso revoltante aconteceu aqui no Rio de janeiro, um policial militar está sendo acusado de ter abusado uma produtora cultural, em Copacabana. A mulher que tem 31 anos, relata sobre o ocorrido desta última segunda-feira, 24 de agosto.


A vítima conta que para conseguir ir ao seu apartamento, o PM contou que precisava pegar alguns dados para conseguir completar uma ocorrência que foi feita uma semana antes, no prédio.


A mulher conta que dia 17 de agosto, aconteceu uma discussão com a vizinha e as duas acabaram brigando, essa vizinha chamou a polícia e ele teria levado as moças até a delegacia. A moça ainda fala que o policial falou que: esse pessoal de Mesquita foi fazer confusão em Copacabana”, e nesse momento, a mulher questiona se ele a conhecia e o acusado respondeu que conhecia todo mundo.

Neste momento ele acabou conseguindo pegar todos os dados da produtora musical.
Após uma semana, a produtora foi acordada pelo porteiro que estava perguntando se algo havia acontecido dentro do apartamento dela, a mulher falou que não e então o porteiro contou que tinha um PM lá, por causa disso, ela deixou o rapaz entrar, porque ele havia contado que era algo da ocorrência que foi feita uma semana antes.


A vítima revela que quando ele entrou no apartamento dela, o rapaz começou a perguntar algumas informações sobre os vizinhos e depois disso, ele começou a tirar a roupa da vítima e começou a abusar dela.

A mulher fala que ele queria extorquir alguém, porque ele queria os contatos dos vizinhos pois ele acredita que eles teriam dinheiro.

Ela falou que ele estava usando a força contra ela, para conseguir fazer o que quisesse com o seu corpo, porém chegou um momento em que ela gritou que tinha namorado policial, que é uma grande mentira, porém o policial acreditou e saiu do apartamento dela.


Clique aqui para ver o vídeo.

Fonte: Extra