‘Que morram antes da vacina chegar’, diz padre sobre fiéis que não estão indo às missas

Uma missa dominical que foi feita pela paróquia São João Batista, em visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, acabou ganhando muito destaque depois que o padre António Firmino Lopes Lana dizer que deseja a morte dos fiéis que não estão indo as missas. Essas declarações foram dadas para os fiéis que não se enquadram nos grupos de risco, o padre ainda falou que essas pessoas estão usando a desculpa da pandemia para não ir a igreja e nisso os fiéis estariam se afastando de acordo com o padre.

Esse caso aconteceu neste último domingo, 23 de agosto, em uma missa ao vivo pelo perfil da própria paróquia.
Vale lembrar que ele comentou sobre as medidas de distanciamento e higienização implementadas dentro das igrejas a fim de prevenir a doença.
E deixou bem claro que os fiéis que não estavam indo, seria cristão de araque e falou até que essas pessoas não valiam nada.

O padre ainda contou que muitas pessoas procuravam se justificar falando que estavam com medo da doença e ele fala que o mais engraçado era que essas pessoas falavam que iria retornar para igreja quando a vacina estiver feita. Mas, o padre falou que ele ele espera que a vacina não apareça ou que os fiéis morram antes da vacinar ser criada e vim para o Brasil.
Nas redes sociais podemos ver de tudo, pessoas que concordavam com as afirmações do padre e pessoas sensatas que estavam repudiando esse comentário que veio de um padre da igreja católica.