Tio mantém criança de 2 anos presa em coleira de cachorro e ainda afirma sem nenhum remorso: “Menino arteiro? Ponho na corda”

Ultimamente muitas coisas horríveis vem acontecendo por todo mundo. Esse ano de 2020 vem sendo um dos piores dos últimos tempos.

Com essa pandemia que vem tirando a vida de milhões de pessoas, era de se esperar que as pessoas se tornassem mais unidas. No entanto, parece que as coisas viraram de cabeça para baixo.

Isso porque crimes cada vez mais cruéis vem tomando conta das redes sociais onde vemos filhos matando pais, e pais matando ou maltratando filhos, o que deixa a população cada vez mais assustadas.

Desta vez, uma notícia também abalou a sociedade. Um homem de 37 anos foi conduzido até a delegacia na última terça-feira (20) acusado de fazer o próprio sobrinho usar uma coleira de cachorro. A monstruosidade ocorreu em Chapadão do Sul, região Nordeste do Estado do Mato Grosso do Sul.

Uma jovem sobrinha desse homem também sofria maus tratos por parte dele, ela que ajudou a polícia mostrando o vídeo da criança mantida presa na coleira

Segundo o acusado, ele só fazia isso para tentar fazer com que a criança obedecesse porque ele achava que o garoto era arteiro. No triste vídeo é possível notar que a criança se emcontra acuada e deitada em um colchão sendo mantida presa a uma coleira de cachorro.

Segundo a jovem sobrinha, ela também sofria horrores nas mãos desse monstro que atirava objetos nela e a ofendia de diversas formas. Vale ressaltar que o preso tem antecedentes criminais pela prática de tráfico de drogas