Vaquinha para ajudar Rita Cadilac fracassa e ela lamenta: ‘Não entenderam’

A pandemia causada pelo coronavírus está causando uma grande crise ao redor do mundo. Bilhões de pessoas ainda não podem trabalhar devido ao tipo de atividade econômica que ela exerce. Nem todas as atividades ainda foram permitidas.

No Brasil não é diferente. Nem todos os setores do país podem funcionar em sua amplitude. A crise atingiu a todos, inclusive os artistas.

A maioria dos artistas ganham a vida através dos seus shows ao vivo. Com as restrições, esses shows ainda não podem acontecer.

Dessa forma, inúmeras pessoas ainda estão sem fonte de renda. Dependendo exclusivamente do Auxílio Emergencial.

Em muitos países estão criando vaquinha virtual para que recursos sejam arrecadados e auxiliem esses artistas nesse momento tão difícil. Foi se apegando a essa ideia que a dançarina Rita Cadilac decidiu criar uma vaquinha para que também pudesse arrecadar fundos.

A vaquinha foi criada após ela conceder uma entrevista e revelar que estava recebendo  recursos do Auxílio Emergencial. Foi então que alguns amigos se comoveram com a situação e decidiram que era o momento de criar uma vaquinha virtual para Rita Cadilac.

Porém, a vaquinha não ganhou força. A campanha em prol da artista arrecadou apenas R$ 275.  De acordo com Cadilac os internautas não conseguiram compreender muito bem o ideal da campanha.

Rita concede entrevista e revela uso do Auxílio Emergencial

Foi durante a entrevista que Rita informou sobre receber ajuda do governo através do Auxílio Emergencial. De acordo com Rita ela precisou usar uma de suas parcelas do Auxílio para conseguir pagar a conta de energia elétrica e também quitar uma parte do condomínio onde ela reside atualmente.

Rita explica o ‘fracasso’ da vaquinha

A dançarina acredita que embora a tal vaquinha seja realizada em diversos países como uma forma dos fãs ajudarem e se aproximarem de seus ídolos, não foi muito bem compreendida aqui no Brasil.

via: extra.globo.com